Por que a Bracanna foi criada?

Atualmente a maior parte das causas sociais são financiadas por doações, recursos públicos e parcerias com instituições privadas. No entanto, para conseguirmos de fato resolver problemas sociais e ambientais, precisamos de soluções como empresas sociais que sejam tão escaláveis financeiramente quanto as empresas de mercado. A empresa social Bracanna veio para crescer e estimular pelo exemplo outras empresas do tipo. 

TRANSPARÊNCIA

Assim como empresas listadas em Bolsa, A Bracanna como uma empresa social demonstrará seus resultados trimestralmente, informando demonstrativos financeiros, contabilidade e projetos. Independente de obrigação legal, queremos demonstrar nosso compromisso com a transparência para gerar confiança.

QUAIS SÃO OS PROJETOS DA BRACANNA?

A Bracanna deseja de atuar em duas vertentes:

 

A primeira é usar a maior parte do lucro financiando instituições sérias que executem trabalhos sociais e ambientais. Além disso, vamos acompanhar os resultados das ações com as verbas cedidas pela Bracanna e apresentar em nosso Blog.

 

A segunda é fomentar projetos agrícolas em regiões de extrema pobreza no Brasil. Seguindo a linha do modelo sugerido pela FAO (Instituição vinculada a ONU para erradicação da pobreza no Mundo). Este projetos visam o investimento em infra-estrutura e técnicas de cultivo para que uma comunidade possa produzir alimento e riqueza por conta própria, possibilitando acesso a comida e desenvolvendo economicamente a região, trazendo benefícios para a população e para estrutura publica

MAPA DA PROBREZA NO BRASIL

A Bracanna quer mudar a cor do mapa da Pobreza no Brasil. Como vocês podem verificar no mapa divulgado pelo estudo do IBGE em 2017, temos 27% (55 milhões de pessoas) da nossa população vivendo abaixo do limite da pobreza e está concentrada no Norte e Nordeste do Brasil.  
 

Pretendemos realizar muitos projetos nestas regiões de Norte e Nordeste, pois acreditamos que se estimularmos economicamente regiões onde não há qualquer incentivo, outros poderão ter interesse e assim gerar um ciclo positivo na economia local.

Os investimentos nestas cooperativas com educação, técnicas de cultivo e equipamentos de irrigação e colheita na produção de Açaí, Cacau, Cupuaçu, com o apoio da EMBRAPA, permitirão maior produção e consequente desenvolvimento econômico local, além de estimularmos a preservação ambiental mantendo o bioma de árvores nativas da Amazônia.

SIS-Pobreza1488.png

​JÁ VIU NOSSO VÍDEO INSTITUCIONAL BRACANNA?